Corrida contra o tempo…

Devido a possibilidade de driblar o “novo” código florestal, muitos fazendeiros já iniciaram uma corrida contra o tempo… As visitas aos cartórios nacionais estão aumentando e muito com o intuito de fracionar os imóveis rurais e transferi-los para membros da família, as chamadas “pessoas de confiança”. Só em SP houve aumento de até 10%, em algumas regiões, nos pedidos de fracionamento, mas devido a necessidade de apresentação das escrituras, o número de efetivação do fracionamento não é muito, o que aumenta a suspeita de que esses fazendeiros estejam mesmo tentando driblar a legislação. Pelo menos um deles revelou no balcão do cartório que o motivo era esse mesmo…

A desobrigatoriedade de fazendeiros que possuem propriedades de até 4 módulos fiscais (20 a 400 hectares, dependendo da região do Brasil) de manter áreas de reserva legal faz “crescer o olho” dos fazendeiros, uma vez que possuirão mais área produtiva e não precisarão perder espaço mantendo aquela mata que não traz lucro nenhum.

perícia ambiental, perito ambiental

Ora, é só um monte de mato, não é mesmo?

O fato é que isso é só o início! Diante da POSSIBILIDADE, a ação é certa. Agora, como diria o velho ditado, salve-se quem puder, ou seria salve a “mata” quem puder! Mas isso, fica a cargo da boa vontade de cada um…


One thought on “Corrida contra o tempo…

  1. Lamentável os fatos que estão ocorrendo. A demora em se apresentar uma Lei coerente com a realidade brasilieira, está motivando os proprietários de terras a utilização de “recusos” para manter ou aumentar suas áreas utilizáveis, sem consideração ao meio e da necessidades de áreas de preservação no estabelecimento das áreas de reserva legal. Muita conversa, pouca ação, provocam a ilegalidade como a melhor solução.

    Laércio Pessoa
    Engenheiro Agrônomo

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− 6 = um